O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
Hora da Verdade
Uma parceria entre a Renascença e o jornal “Público”. Entrevistas aos protagonistas da actualidade. Quinta às 12h
A+ / A-
Arquivo
Entrevista - Fernando Faria de Oliveira - 17/11/2016
Entrevista - Fernando Faria de Oliveira - 17/11/2016
Renascença/Público

Entrevista a Fernando Faria de Oliveira

17 nov, 2016


Em entrevista à Renascença e ao “Público”, o presidente da Associação Portuguesa de Bancos diz que a lei determina a entrega das declarações de rendimento e património dos gestores da Caixa. E passa a bola para o lado das empresas: a banca quer dar crédito às empresas, mas estas precisam de reduzir o seu nível de endividamento para passar nos critérios de risco de crédito.
“Ruído é muito negativo para a Caixa e para o sector bancário"
“Ruído é muito negativo para a Caixa e para o sector bancário"
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.