|
Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

​Grande noite

14 abr, 2016 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Mais do que terem alcançado um empate, os comandados de Rui Vitória demonstraram ao longo dos noventa minutos a sua renúncia ao conformismo e aceitação antecipada da superioridade de um adversário que se apresentou na eliminatória com o justificado rótulo de sério candidato à vitória final.

E exuberância com que todos os elementos da estrutura do Bayern de Munique festejaram ontem à noite no estádio da Luz a passagem às meias-finais da Liga dos Campeões foi, de longe, o melhor tributo que poderia ter sido prestado ao comportamento do Benfica nesta dificílima jornada frente a uma das melhores equipas do mundo.

É verdade que o Benfica não venceu o jogo de retribuição frente ao conjunto vindo a Baviera, mas a exibição com que presenteou os seus adeptos e as garantias deixadas sobre a consolidação do seu grupo terão ficado como as notas mais importantes da noite.

Mais do que terem alcançado um empate, os comandados de Rui Vitória demonstraram ao longo dos noventa minutos a sua renúncia ao conformismo e aceitação antecipada da superioridade de um adversário que se apresentou na eliminatória com o justificado rótulo de sério candidato à vitória final na mais importante competição de clubes da Uefa.

Mesmo tendo sido obrigado a lançar mão de alguns jogadores que habitualmente não são chamados à titularidade, Rui Vitória recebeu de todos eles uma resposta inequívoca a dar-lhe a certeza de que vai poder contar com um grupo muito unido e disponível para todos os sacrifícios que o que falta cumprir da temporada ainda vai exigir.

Agora, na Champions, restam Real Madrid, Atlético de Madrid, Manchester City e Bayern de Munique.

Um quadro de altíssima qualidade no qual, mais uma vez, se destacam os dois representantes espanhóis a que se juntam os três sobreviventes na Liga Europa, a reafirmar a força e a vitalidade do futebol que permanecem no país aqui ao nosso lado.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Vila Forte
    14 abr, 2016 Algés 16:33
    Parabéns Sr. Ribeiro Cristóvão, o Senhor fez um artigo retratando o que realmente se passou, de um autêntico comentador imparcial. Na vida é o que acontece e não o que poderia acontecer, por isso não falo nas duas oportunidades, segundo livre de Talisca e a do jovem sérvio à frente do guarda-redes, aliás último lance do desafio. Mas quero realçar dois pontos que considero muito significativos e que o Senhor se calhar não se apercebeu: após o términus do jogo os portugueses, benfiquistas ou não (estavam lá muitos), não arredaram pé dos seus lugares para tributarem uma estrondosa e por largos minutos, ovação, como se tivessem passado a eliminatória enquanto os alemães esfuziantemente comemoravam a passagem, digna do adversário que tiveram que vencer (na eliminatória). Outro ponto ainda, o Benfica acabou com 5 (cinco) jogadores em campo com idades entre os 18 e os 21 anos. Lindo!!! Melhores cumprimentos, Senhor Ribeiro Cristóvão P.S. - li estes lamentáveis comentários, que nada têm a ver com Sr.RC, só o "Kompensam" os pode ajudar em tanta azia, que até lhes pode furar o estômago!!!
  • vasco
    14 abr, 2016 parede 14:57
    Os comentarios deste senhor são vergonhosos nem o vieira ou o barbas conseguia ser tao tndncioso bairrista lampiao acho que este tipo de comentarios so mesmo no jornal do Benfica e mesmo assim secalhar ainda lhe diziam para não ser tao fanatico!! Isto so prova que os rsponsaveis deste senhor na RR ainda são mais lampioes e facciosos realmente o jornalismo de hoje em dia deixa muito a desejar com clubismos partidarismos é uma vergonha!! vão todos para a redaçao do estadio da luz jornalistas da treta!!!
  • luis
    14 abr, 2016 alges 11:17
    este comentador, que sempre se disse sportinguista, afinal é melancia... verde por fora e vermelho por dentro. Croquete...
  • Luis
    14 abr, 2016 Lisboa 07:39
    Como teria visto este jogo o treinador do "Sport"?