|
A+ / A-

Pinto da Costa

"Maxi não veio para o FC Porto pelo dinheiro"

28 set, 2015


Pinto da Costa concedeu uma entrevista à Revista Dragões. Explica os últimos negócios efectuados e envia recados ao Benfica. O FC Porto celebra 122 anos.

Jorge Nuno Pinto da Costa diz, numa entrevista à Revista Dragões, que não foi o dinheiro que motivou a decisão de Maxi Pereira, em trocar o Benfica pelo FC Porto. "Ainda que se queira dar a ideia de que foi dinheiro, não foi. O Cristián Rodriguez [jogador que também trocou o Benfica pelo FC Porto] teve uma grande influência na vinda do Maxi, porque lhe transmitiu as diferenças entre o Benfica e o FC Porto", sublinhou Pinto da Costa, numa primeira "alfinetada" ao rival.

Com o clássico ainda fresco na memória, aproveitou para enviar outro recado para a Luz: "Eles não fizeram um único remate à baliza. O Casillas teve sorte porque estava sol. Se fosse no Inverno ele tinha congelado na segunda parte".

Em relação ao Sporting, Pinto da Costa conta, apenas, que nunca falou com Bruno de Carvalho. O apoio dos dois clubes a Pedro Proença, na corrida para a presidência da Liga, foi uma coincidência.

Negócios explicados

Nesta entrevista, o líder dos dragões revela alguns números sobre negócios efectuados pelo FC Porto, nomeadamente, o de André André. O dirigente revela que pagou 1,105 milhões de euros pelo médio, quando ele já tinha contrato com o Málaga e um outro grande interessado.

Danilo Pereira, que era pretendido pelo Sporting, também optou pelos portistas. Pinto da Costa explica que, também neste caso, não foi uma questão de dinheiro. "A opção foi única e exclusivamente da parte dele, porque achou que o FC Porto lhe dava mais garantias de sucesso", pontuou.

Fazendo contas ao investimento e às vendas, o presidente azul e branco conclui que o FC Porto não gastou um terço do montante encaixado.

Nesta entrevista à Dragões, por altura das celebrações do 122º aniversário do clube, Pinto da Costa diz que ainda não tomou qualquer decisão sobre uma eventual recandidatura à presidente do FC Porto.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Alberto Martins
    28 set, 2015 Lisboa 17:36
    1º - Não são 122 anos mas sim 110. O respeitinho devido aos fundadores do FUTEBOL CLUBE DO PORTO é muito bonito. Não foi pinto da costa que fundou o FCP. 2º - "Maxi não veio para o FC Porto pelo dinheiro": "REFRÃO: Ai é amor, Ai, ai, ai é amor, É amor, Ai é amor, Ai, ai, ai é amor, É amor. É somente ele que me satisfaz, É somente ele que me satisfaz, Você só colheu o que você plantou, Por isso é que eles falam que eu sou, sonhador. E digo o que ele significa para mim, Ele é um morango aqui do calor da noite, Tu sabes que não existe socapas da peste, Apesar de colher as batatas da terra, Com esse Maxi eu vou até para a guerra."
  • jon
    28 set, 2015 fafe 14:33
    és o maior!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!