O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

José Pedro Pinto


Era uma vez um sonho chamado Bola Branca. Um dia, em Julho de 2009, acordei sorridente para a realidade que me surpreendia, com um convite em cima da mesa. De lá para cá, a curva ascendente da felicidade deu-me a oportunidade de fazer o que mais gosto. O "bichinho" da rádio, cujos primeiros passos foram dados na saudosa Rádio Clube de Matosinhos e a aposta de quem sempre acreditou em mim levou-me ao relvado de vários jogos, como repórter e, posteriormente, mais acima na bancada, como relator, para além do trabalho desenvolvido nas ondas da web. Pelo teclado, naquela que é a rádio nacional com mais audiência na Internet, cobri três campeonatos do mundo, dois Europeus e dois Jogos Olímpicos. O sonho continua, dia após dia.