A+ / A-
Taça de Portugal

Por pouco que não foram à Luz, mas goleador do Vale Formoso ainda quer camisola de Jonas

23 nov, 2018 • José Pedro Pinto


Xéxé, de 30 anos, já entrou para a história da Taça de Portugal 2018/19, com um "hat-trick". Clube açoriano avança para a 4ª eliminatória, na qual vai defrontar o Tondela.

Sorteio da quarta eliminatória da Taça de Portugal. Dois jogos por definir. Quatro equipas: Benfica, Arouca, Tondela e Vale Formoso. Nos Açores, na região turística das Furnas, a perspetiva de uma visita à Luz, ou uma receção aos encarnados, já fazia explodir a tensão arterial. Sai o Benfica. E depois o Arouca - que acabaria por visitar a Luz e perder ao cair do pano.

A bola seguinte a sair foi a do Tondela que, na qualidade de visitado, torna-se anfitrião do Vale Formoso, o emblema do escalão mais inferior (distritais) ainda em prova na Taça de Portugal.

"Por acaso, foi por pouco. Tivemos quase a ir à Luz", afirma Xéxé, melhor marcador dos açorianos do Vale Formoso na presente época, em entrevista a Bola Branca.

De seu nome Alfredo Garcia - o nome de guerra, Xéxé, remonta às origens da família deste açoriano de gema, natural da Ribeira Grande -, já tem presença marcada no corredor da fama da Taça 2018/19, depois de ter contribuído com um "hat-trick" na terceira ronda, no polémico encontro frente ao Coimbrões, resolvido somente após prolongamento (4-3).

"Marcar três golos na segunda competição mais importante de Portugal é sempre prestigiante. Agora, é trabalhar e continuar a ajudar a minha equipa", salienta.

Apesar de o Vale Formoso ter falhado encontro com o Benfica, nesta ronda da Taça, Xéxé não esconde que mantém o sonho de viajar até à Luz. É lá que mora o clube que apoia, bem como a grande referência do goleador de 30 anos.

"Gosto muito do Jonas, que atua no clube do meu coração. Tenho muitas semelhanças com ele. Gosto de muitos avançados. Em criança, o meu ídolo era o Ronaldo 'Fenómeno'. Trabalho dia a dia para ser cada vez mais melhor e dar sempre o máximo em campo", salienta.

E se o desejo se concretizar? "Se o Jonas jogasse, ia pedir-lhe a camisola e seria um grande prémio", dispara, com um sorriso rasgado no rosto.

"Mas, se passarmos o Tondela, será um grande feito. Somos a equipa do escalão mais inferior que existe na Taça e isso é de realçar. Estamos na 32 melhores equipas da segunda competição de Portugal e há que continuar essa caminhada e sonhar cada vez mais. Tudo é possível. Certamente não iremos ter tantas oportunidades contra uma equipa que defende bem e que tem jogadores de alto gabarito. Vai ser difícil mas temos uma réstia de esperança de que podemos passar", completa.

O Vale Formoso, que compete no distrital da Associação de Futebol de Ponta Delgada, defronta o Tondela, da I Liga, a partir das 15h00 de domingo, no Estádio João Cardoso, em jogo a contar para a 4ª eliminatória da Taça de Portugal.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.