A+ / A-

Detida mulher que ameaçou detonar bomba em hospital de França

07 nov, 2018


Foi aberto um inquérito para apurar as causas do que se passou.

A cidade francesa de Dunquerque (ou Dunkirk) foi, nesta quarta-feira de manhã, palco de uma operação policial, depois de uma mulher ter ameaçado fazer explodir uma bomba no hospital local.

“Esta manhã, uma pessoa chegou às urgências do hospital de Dunkirk e ameaçou fazer explodir uma bomba. Face às ameaças, a unidade alertou a polícia”, avança a autarquia em comunicado.

A mulher chegou com uma mala, que dizia estar cheia de explosivos. A polícia criou um perímetro de segurança em redor do hospital e desencadeou uma operação com vista a desarmadilhar o eventual explosivo.

“A pessoa está agora sob controlo”, anuncia a autarquia, segundo a qual foi aberto um inquérito para “determinar as circunstâncias exatas deste ato”.

O serviço de urgência do hospital foi, entretanto, transferido temporariamente para Calais e Grande-Synthe.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • xx
    07 nov, 2018 16:09
    É origem de que país? Isto já parece os filmes de suspense, em que se sabe do assassino é só no fim do filme-