Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

E agora Benfica?

05 set, 2018 • Opinião de Ribeiro Cristovão


O comunicado divulgado ontem rebentou como uma bomba.

Adivinham-se maus tempos para os lados da Luz, onde os responsáveis do Benfica vão ter pela frente pesado e constante trabalho para tentar desmontar a acusação de que ontem foi alvo através de comunicado emitido pelo Ministério Público visando o processo E-Toupeira que tem feito correr tanta tinta e vai continuar em aceso debate.

A acusação que pende sobre a SAD encarnada identifica quatro arguidos no processo, entre os quais dois funcionários judiciais, Paulo Gonçalves, diretor jurídico do Benfica e a própria Sociedade Anónima Desportiva.

Os crimes apontados pelo Ministério Público, e que constam de um extenso comunicado que ontem rebentou como uma bomba, referem corrupção, recebimento indevido de vantagem, favorecimento pessoal, violação do dever de sigilo e falsidade informática.

Como se verifica uma mão cheia de acusações que o Benfica enfrenta e que, a serem comprovadas, podem vir a causar danos profundos na vida daquela que é considerada a maior potência desportiva nacional. A seu tempo se saberá se dos factos que possam vir a ser provados ocorrerão ou não consequências irreparáveis.

Que há erros do Benfica ao longo dos últimos anos, cometidos bastas vezes de forma inaceitável para um clube com a sua dimensão, parece não existirem dúvidas, e o próprio MP transmite essa ideia.

Nalguns casos Paulo Gonçalves terá ido longe de mais certamente na convicção de que a dimensão do clube permitia todas as aventuras.

A família benfiquista está natural e justificadamente inquieta com o teor das últimas notícias. E fica à espera que seja possível sair por cima, ainda que os estragos já causados vão continuar a ter forte repercussão.

Tudo isto vem confirmar que os tempos mudaram, e que da relação entre os vários agentes do mundo empresarial, financeiro, político, desportivo e judicial ainda nem todos se aperceberam ou tomaram em devida conta.

E porque não sabemos o que o futuro nos reserva, é caso para deixar a pergunta: E agora, Benfica?

Artigos AnterioresRibeiro Cristovão
 

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • João Azevedo
    05 set, 2018 17:16
    Se fosse em Itália ou Espanha isto já estava resolvido e não era notícia diária. Aqui em Portugal... Sabemos lá.
  • amandio
    05 set, 2018 S.Maria da Feira 17:06
    Sr. Ribeiro Cristóvão. Quem espalha ventos colhe tempestades. A verdade até ás ultimas consequências. Os anjinhos do Sul agora são demónios.
  • Jorge
    05 set, 2018 Seixal 16:25
    Já há muitos anos, na televisão, a magistrada Maria José Morgado, disse e bem " O sector onde há mais corrupção no nosso país é no futebol"
  • Antonio Oliveira
    05 set, 2018 Porto 14:37
    O Sr. Ribeiro Cristovão, não há muito tempo, dizia na SIC Notícias que era tudo uma campanha para que o benfica não ganhasse o penta campeonato. E agora que tipo de campanha passou a ser Sr. Ribeiro Cristovão?
  • Juíz Vermelho
    05 set, 2018 Catedral da Luz 09:29
    Citando "...uma mão cheia de acusações que o Benfica enfrenta e que, a serem comprovadas..." As palavras chave aqui são " ... a serem comprovadas..." Por enquanto só há acusações, se calhar para justificar o corropio de visitas da PJ Tripeira à Luz - terão vindo todo o caminho do Porto até cá, com a sirene a tocar e o pirilampo a piscar? E acusações se não forem provadas, podem virar-se noutra direção e aí é o MP que está na m**da. Espero é que se investigue também os ataques a Alcochete, o Cashball, a Mala do Marítimo, o EstorilGate, as ofertas do GR do Boavista, as invasões aos recintos dos árbitros, as contas do scp... Quero ver isso também investigado.