Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

Tempo de selecções

04 set, 2018 • Opinião de Ribeiro Cristovão


O seleccionador acaba de dar mais um passo no sentido de prosseguir a renovação com a chegada de jovens que podem ser o garante da continuidade do prestígio do futebol português.

A interrupção dos campeonatos profissionais de futebol vai dar agora lugar ao ressurgimento das selecções, iniciando-se neste domínio uma nova era que só lá para meados de Junho do próximo ano poderá ser vista como uma vitória ou uma derrota do actual Presidente da UEFA.

Com efeito, a novel Liga das Nações apresenta-se como uma verdadeira caixinha de surpresas que poderão não vir a ter o beneplácito de todos os concorrentes. A certeza que fica, para já, é que esta competição vem também substituir os jogos particulares até aqui disputados nas chamadas “datas FIFA”.

São 55 as nações participantes, divididas em quatro divisões em obediência às classificações do "ranking" europeu e com um formato que não traz especiais novidades.

Ou seja, as diversas selecções chegarão em Junho a uma “final four”, após cuja disputa ficará apurado o primeiro campeão.

Portugal participa desde já integrado no Grupo 3 da Liga, conjuntamente com a Itália e a Polónia.

E os seus jogos estão distribuídos nesta fase pelas seguintes datas: 10 de Setembro com a Itália, em Guimarães, 11 de Outubro na Polónia, 17 de Novembro em Itália e, em 20 do mesmo mês, num estádio ainda por designar, entre nós, de novo com os polacos.

O percurso seguinte será definido pelo comportamento da nossa selecção nesta fase de grupos.

Fernando Santos já procedeu a uma primeira chamada de um grupo de jogadores que já estão a trabalhar desde ontem e que, como já se viu, integra diversas novidades.

Como se verifica, o seleccionador acaba de dar mais um passo no sentido de prosseguir a renovação com a chegada de jovens que podem ser o garante da continuidade do prestígio do futebol português.

Daqui a algum tempo começarão a ser vistos os primeiros resultados.

Mas tudo aponta para que essa renovação, sem pressas nem precipitações, seja benéfica e acolha o aplauso dos adeptos portugueses.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.