Oração da Manhã
A+ / A-

Sábado, 11 de agosto de 2018

Isabel Figueiredo


Oração da Manhã - 11/08/2018
Oração da Manhã - 11/08/2018

Desafiados à pobreza e à humildade.

Não era expectável naquele fim de tarde,

na beleza daquela igreja, na alegria de uma festa.

As paredes cobertas de obras de arte,

a música capaz de nos calar, o altar rico e solene,

um bem-estar feito de uma certa cumplicidade,

porque reunidos à volta de amigos.

Pobres e humildes como Tu, meu Jesus.

Pobres e humildes como milhões de homens,

mulheres e crianças que sobrevivem a cada dia que passa.

Pobres e humildes por opção, pela decisão interior

de seguir outro caminho. Por onde caminharam tantos outros,

de quem sabemos o nome e elogiamos a vida.

Santa Teresa de Calcutá, Santo Inácio de Loiola, São Francisco de Assis.

As palavras são belas, atraentes, quase convincentes.

Mas mudar a vida, distinguir o essencial do supérfluo…

Nesta manhã de sábado, eu Te peço Jesus,

A coragem dos gestos pequenos, a decisão dos caminhos estreitos.

Ajuda-me a viver com menos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.