Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-
Opinião de Ribeiro Cristovão

Bater na tecla do retrocesso

20 jul, 2018 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Mercê da capacidade negocial que todos lhe reconhecem, a que junta um enorme poder de sedução, o responsável pela SAD leonina tem sido capaz de fazer voltar ao ponto de partida alguns dos jogadores considerados fundamentais para um plantel ainda com muitas brechas.

A capacidade negocial de Sousa Cintra, a que tem sabido juntar outros atributos de relevo, está a permitir o regresso ao Sporting de jogadores tidos como fundamentais em tempo recente e, deste modo, juntar alguns dos cacos partidos e espalhados pelos responsáveis anteriores do clube, com o seu presidente à cabeça.

Tanto quanto é permitido saber, não tem sido fácil a tarefa do antigo “rei das águas” assumindo um papel tarefa que muito cedo pareceu destinada ao insucesso.

As marcas deixadas pelos “chatos” acontecimentos de Alcochete abriram feridas profundas que seria muito difícil estancar segundo a opinião da maioria dos observadores.

Nove jogadores, como se recorda, decidiram romper o seu vínculo contratual com o Sporting alegando uma justa causa que dividiu o mundo da bola, muitos juristas incluídos, e cujas consequências se adivinhavam difíceis de prever.

No meio de tudo isto, e como se não bastasse, sobreveio uma crise directiva, mais uma, e com contornos que deixavam à vista a inevitabilidade de se prolongar no tempo.

Por entre recuos e avanços, chegou-se à assembleia geral destituitiva cujo desfecho pareceu resolver a questão, já que de imediato foram marcadas novas eleições.

Entretanto, foi necessário lançar mão de um grupo de personalidades ligadas ao clube, que pudesse ajudar a solucionar alguns dos problemas mais prementes, com especial relevo para a preparação da próxima época de futebol.

E, sem desvalorizar todos quantos estão realizar um trabalho de grande envergadura, é aí que emerge a figura do antigo Presidente do Sporting, José de Sousa Cintra.

Mercê da capacidade negocial que todos lhe reconhecem, a que junta um enorme poder de sedução, o responsável pela SAD leonina tem sido capaz de fazer voltar ao ponto de partida alguns dos jogadores considerados fundamentais para um plantel ainda com muitas brechas.

E enquanto se assiste às negociações entre todas as partes, a pré-campanha eleitoral continua o seu caminho. Neste momento são já seis os candidatos em condições de poderem avançar de acordo com os preceitos dos regulamentos.

Entretanto, os dois sobrantes, aos quais não se divisam grande possibilidade de poderem integrar o já vasto pelotão, vão deixando todos os dias à vista o resultado dos últimos tempos da sua governação.

Simplesmente uma lástima…

Artigos AnterioresRibeiro Cristovão
 

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ricardo Martins
    20 jul, 2018 Lisboa 11:39
    Chamar lástima a antiga direcção quando temos uma CG , que contratou o inarrável Peseiro ( ficou-lhe mesmo atravessada a recusa de tacho que o BDC lhe negou na SPORTING TV , mas já em Roma se dizia " Roma não paga a traidores ).