A+ / A-

Casemiro quer que Tite fique na seleção brasileira

08 jul, 2018


O médio do Real Madrid saiu em defesa de Fernandinho, que marcou um autogolo na derrota por 2-1 frente à Bélgica.

O médio Casemiro considerou este domingo que a eliminação do Brasil nos quartos de final do Mundial 2018 de futebol não é o fim de uma era, defendendo a continuidade de Tite no comando técnico da ‘canarinha’.

“Há dois anos, o Brasil corria o risco de não se qualificar para o Mundial e chegámos lá como favoritos. Há muitas coisas boas, que temos de valorizar, não é o fim de uma era”, afirmou o jogador, à chegada ao Rio de Janeiro.

O médio do Real Madrid, que por estar castigado não alinhou no jogo dos ‘quartos', saiu em defesa de Fernandinho, que marcou um autogolo na derrota por 2-1 frente à Bélgica.

“Quando um perde, perdemos todos, quando um ganha, ganhámos todos. Teve azar numa jogada, mais noutros jogos demonstrou que é um grande jogador”, disse.

Casemiro foi um dos vários futebolistas que chegaram hoje ao Brasil, juntamente com o selecionador Tite, num voo proveniente de São Petersburgo, que fez escala em Madrid, dois dias depois de o ‘escrete’ ter sido afastado do Mundial.

No aeroporto, Tite, que em junho de 2016 substituiu Dunga no comando técnico da seleção, agradeceu aos poucos adeptos que aguardavam a equipa.

“Quero retribuir o carinho que todos nos deram”, disse o selecionador que, segundo a imprensa local, terá sido convidado pela Confederação Brasileira de Futebol a manter-se no cargo.

O Brasil, pentacampeão mundial, foi afastado do Mundial2018 depois de ter somado duas vitórias e um empate na fase de grupos, e de ter afastado o México (2-0) nos oitavos de final.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.