Jacinto Lucas Pires-Henrique Raposo
Um escritor, dramaturgo e cineasta e um “proletário do teclado” e cronista. Discordam profundamente na maior parte dos temas. À segunda e quarta, às 9h15
A+ / A-
Arquivo
Jacinto Lucas Pires-Henrique Raposo - Verbas em dívida para a Madeira - 04/07/2018
Jacinto Lucas Pires-Henrique Raposo - Verbas em dívida para a Madeira - 04/07/2018
H. Raposo

Dinheiro em falta para a Madeira. “Usa-se a linguagem burocrática para não pagar”

04 jul, 2018


A lentidão de integração de precários e bolseiros do setor da Ciência e Ensino Superior foi outro tema em debate.

O comentador da Renascença Henrique Raposo diz que a falta de transferência de 30 milhões de euros para a Madeira é mais um caso que demonstra que "a austeridade à António Costa está viva e bem viva".

Em causa está a notícia avançada pela Renascença. O Governo regional da Madeira acusa o executivo de António Costa de não cumprir promessa e de travar apoio financeiro às áreas ardidas no violento incêndio de 2016.

"Usa-se a linguagem burocrática para não pagar, para não pagar este ano, pagar no próximo ano", diz Henrique Raposo. "Compreendo essa atitude em situações normais, mas os incêndios são uma situação de exceção, não é aceitável, acrescenta.

Na mesma linha, Jacinto Lucas Pires concorda que "a gravidade da questão dos incêndios deve estar acima de joguinhos táticos e políticos" e lembra que "as promessas são para cumprir".

A lentidão de integração de precários e bolseiros do setor da Ciência e Ensino Superior foi outro tema em debate esta quarta-feira.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.