Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-
Opinião de Ribeiro Cristovão

​Marrocos: o jogo chave

20 jun, 2018 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Pontuar é, no caso português, fundamental para não perder de vista o objectivo de atingir os oitavos-de-final.

É decisivo o jogo desta tarde em que a selecção portuguesa vai defrontar a sua congénere de Marrocos na segunda jornada o Campeonato do Mundo.

Vindos de jogos inaugurais em situações diversas, com a nossa equipa um ponto à frente por ter empatado com a Espanha enquanto os marroquinos perderam frente ao Irão, ambos correm riscos que não podem ser menosprezados.

Pontuar é, no caso português, fundamental para não perder de vista o objectivo de atingir os oitavos-de-final. Vencer será, pois, o resultado ideal, mas um empate também pode ajudar a salvaguardar a possibilidade de continuar em frente.

Para o adversário português, uma derrota poderá significar o regresso a casa mais cedo, mas um empate ainda poderá deixar muitas coisas em aberto.

Tendo-se revelado até aqui como uma das selecções de grau de qualidade mais elevado, Portugal tem condições para averbar três pontos no jogo com os africanos.

Fernando Santos exigia ontem, em conferência de imprensa, que os nossos jogadores atinjam nível igual àquele que conseguiram contra a Espanha.

Com ou sem alterações no onze inicial, e é previsível que o nosso seleccionador possa fazer algumas mudanças, ficamos todos a aguardar por uma boa exibição e um resultado a condizer, para que o país prossiga com a mesma paixão e o mesmo entusiasmo a acompanhar a sua equipa no maior espectáculo do mundo, no deslumbrante cenário da Rússia.

Artigos AnterioresRibeiro Cristovão
 

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.