A+ / A-

Às sextas-feiras há mais Pós-Pop na Gulbenkian


Visite a exposição “Pós-Pop. Fora do lugar-comum” em horário alargado às sextas-feiras

Em “Pós-Pop. Fora do lugar-comum” encontra obras que traduzem os desvios da «Pop» em Portugal e Inglaterra entre 1965 e 1975.

Até 10 de setembro, estão presentes no Museu Calouste Gulbenkian mais de 200 obras únicas de artistas portugueses e ingleses. Entre os artistas portugueses encontra trabalhos de Teresa Magalhães, Ruy Leitão, Eduardo Batarda, Menez, Nikias Skapinakis, Fátima Vaz, Clara Menéres, João Cutileiro ou José de Guimarães. Já Bernard Cohen, Tom Phillips, Jeremy Moon e Allen Jones são alguns dos nomes que representam a pós-pop britânica.

Segundo a organização, esta exposição apresenta trabalhos que exprimem, na sua grande maioria, uma “divergência bem-humorada em relação ao lugar-comum proposto pela Pop Art. E, no caso dos artistas portugueses, verdadeiros trânsfugas da mediocridade que se vivia em Portugal, encontramos um laço comum que foi o terem procurado inspiração e incentivo no estrangeiro, em Paris, e, sobretudo, em Londres, verdadeira meca dos anos 1960.

A crítica à Pop Art surge na segunda metade da década de 1960. No caso dos artistas portugueses é simultânea à experimentação em torno desta linguagem, cuja assimilação, por sua vez, surge desviada ou desviante, permitindo alargar e transformar a zona de influência da Pop.”
Com curadoria de Ana Vasconcelos e Patrícia Rosas, a exposição “Pós-Pop. Fora do lugar-comum” estará até 10 de Setembro, no Museu Calouste Gulbenkian.
Todas as sextas-feiras pode visitar a exposição em horário alargado, até às 22h.
Exposição Pós-Pop. Fora do Lugar Comum. Museu Calouste Gulbenkian
Exposição Pós-Pop. Fora do Lugar Comum. Museu Calouste Gulbenkian
Informações:
“Pós-Pop. Fora do lugar-comum”
Até 10 de setembro, das 10h às 18h
Sextas-feiras até às 22h

Museu Calouste Gulbenkian, Edifício Sede – Galeria Principal, Av. de Berna, 45A, Lisboa

Contacto: 217 823 000

Bilhetes: 5€

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.