O Mundo em Três Dimensões
Números que contam histórias. De segunda a sexta às 05h40, 14h30 e 21h10 com reposição ao fim-de-semana.
A+ / A-
Arquivo
O Mundo em Três Dimensões - Férias da Páscoa - 26/03/2018
O Mundo em Três Dimensões - Férias da Páscoa - 26/03/2018
O Mundo em Três Dimensões

Páscoa é sinónimo de férias para 47% dos portugueses

26 mar, 2018 • André Rodrigues , José Luís Moreira (sonorização)


Primeiro estudo de consumo sobre o comportamento dos portugueses na Páscoa indica que quase metade dos inquiridos aproveitam a pausa da Páscoa para umas mini-férias. A maior parte prefere viajar cá dentro. E pelo norte do país.

Se vai tirar férias durante a Páscoa é provável que prefira o norte do país, se viajar cá dentro. Ou então Espanha, se optar por um destino estrangeiro.

E é também provável que não gaste muito mais do que 400 euros.

O primeiro estudo do Observador Cetelem sobre o comportamento das famílias em tempo de Páscoa revela que quase metade dos portugueses (47%) vão para fora nesta Páscoa.

E a maioria (39%), dois em cada cinco portugueses, preferem passar os dias de descanso da Páscoa em Portugal.

Ou seja, já não só os espanhóis que se rendem aos encantos deste país, que tem tanto para ver. E que, provavelmente, nós portugueses mal conhecemos.

O universo deste inquérito são 600 entrevistas telefónicas a cidadãos entre os 18 e os 65 anos.

É possível que no seu círculo de amigos, entre os familiares mais próximos, ouça falar muito de férias da Páscoa no Algarve, para aproveitar os primeiros dias mais agradáveis. Quem sabe, na praia.

Contudo, essa parece mais uma ideia feita do que realidade.

O Observador Cetelem confirma que o norte do país é o destino preferido dos cidadãos nacionais que vão fazer férias esta Páscoa.

Dos 39% que preferem ir para fora cá dentro, a maioria ruma ao norte do país. E os custos associados parecem ser determinantes na hora de escolher o destino.

Segue-se o sul do país - lá está, o Algarve - e finalmente a região centro e as ilhas.

Há outro dado interessante no comportamento dos turistas da Páscoa. Em média, a maioria dos portugueses (três em cada cinco) reservou uma semana de férias para esta quadra.

Já os 8% que optam por férias no estrangeiro, marcaram um período mais prolongado que pode ir até às duas semanas de férias.

Mas também não vão muito longe. Metade viajam até Espanha.

Outra curiosidade: os adultos em idade ativa, entre os 35 e os 44 anos, são os que passam férias mais longas. E normalmente levam os filhos, porque as escolas também fazem a tradicional pausa de duas semanas.

Já os adultos entre os 55 e os 65 anos vão para fora, sim. Mas por menos tempo. Até uma semana, no máximo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.