O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
Aura Miguel Convida
Pessoas com uma saudável inquietação humana. Domingo às 23h30 (reposição: segunda às 23h30)
A+ / A-
Arquivo
Aura Miguel convida António Maia Gonçalves - 14/01/2018
Aura Miguel convida António Maia Gonçalves - 14/01/2018
Aura Miguel convida

António Maia Gonçalves

14 jan, 2018


A jornalista Aura Miguel convida António Maia Gonçalves, médico internista e cuidados intensivos, que escreveu o livro “Reanimar?”.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Palmira Freitas Cost
    16 jan, 2018 Porto 00:50
    É para mim uma dádiva de Deus ter como Médico o Dr. António Maia Gonçalves. Além de ser um médico por excelência, é um amigo e um ser humano de grande com um coração grande. Bem haja que viva por longos anos com a capacidade e agilidade de fazer diagnósticos. Um abraço de amizade e gratidão.
  • MARIA FÁTIMA VILARES
    15 jan, 2018 PORTUGAL 09:50
    Parabéns por mais esta brilhante entrevista à Drª. Aura Miguel e ao Dr. António Maia Gonçalves. Com a Fé e a consciência profissional do dever cumprido que tem, Deus só pode continuar a protegê-lo. Um grande abraço de Amizade! Maria de Fátima
  • Ricardo Vila Verde
    15 jan, 2018 Porto 00:48
    Muitos parabéns por mais uma excelente entrevista.
  • Marina Carmen Cardos
    15 jan, 2018 Rio Tinto /Gondomar /Porto 00:19
    Um grande bem haja sr. dr. pela pessoa, pelo homem de fé e pelo médico que é dr. ANTÔNIO MAIA GONÇALVES. Ser seu doente deve ser uma bênção para um dia partirmos mais em paz, com sentimentos de vida cheia e dever cumprido. Um grande bem haja! Deus o guie sempre.