O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Domingo, 28 de maio de 2017

D. Francisco Senra Coelho


Celebramos hoje a Ascensão de Cristo ao Céu. O Evangelho de Mateus coloca a Ascensão de Jesus na Galileia para dizer aos discípulos que deviam começar o anúncio do Evangelho a partir da sua vida concreta e da sua própria terra, tal como Jesus iniciou a sua pregação na Galileia. A Galileia era terra de gentios e pagãos, era a eles que o Evangelho se destinava, por isso, a igreja entendeu a sua missão de tornar Cristo presente no mundo inteiro: “ Ide pois, ensinai todas as nações, baptizando-as em nome do Pai do Filho e do Espirito Santo.” O Senhor promete-lhes ainda;“ Eu estarei sempre convosco até ao fim do mundo”.
Senhor, antes da ressurreição pelo mistério da encarnação vivias confirmado ao tempo e ao espaço à história dos homens. Agora na glória do Pai, como ressuscitado, estás sempre connosco em qualquer lugar e em qualquer situação; todos os limites cessaram. Ensina-nos a levar-Te em nossas vidas como vasos de barro com tesouros de ouro e a compartilhar-Te com todos os irmãos, sobretudo com os sofredores, os sós e os sem luz e sem paz. Confirma-nos no Teu amor para amarmos com o amor com que somos amados.
Bom dia!

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.